Mascara Antiviral Funciona Mesmo? Tecido Antiviral é Bom Mesmo? – NETSHOP24H

Mascara Antiviral Funciona Mesmo? Tecido Antiviral é Bom Mesmo?

Mascara Antiviral Funciona Mesmo?
Tecido Antiviral Funciona Mesmo?

Mascara Antiviral Xderm funciona mesmo ou é mais uma propaganda enganosa, saiba se a mascara antiviral é boa mesmo e cumpre com o que promete.
Após recebermos muitas perguntas sobre o tecido antiviral resolvemos pesquisar e publicar nossa experiencia.
Como saber se um produto antiviral funciona mesmo? Para isso precisamos analisar a matéria prima em que ele foi desenvolvido.
 
Existem vários produtos desenvolvidos com o tecido antiviral, tais como: Mascara antiviral, mascara esporte antiviral, capa de banco automotivo antiviral, capa de mesa de tecido antiviral, capa de cadeira de tecido antiviral, capa de barbearia antiviral, shorts ciclista antiviral, pernito antiviral, manguito antiviral, balaclava antiviral, canelito antiviral, fronha hospitalar antiviral, lençol de casa antiviral, lençol hospitalar antiviral, capa de mesa antiviral, jaleco antiviral, avental hospitalar antiviral, e muitos outros.
 
Todos estes produtos prometem acabar com vírus em até 2 minutos, isso inclui o COVID-19/CORONAVIRUS.
 
Vamos ao que interessa mesmo, se é verdade que o tecido antiviral funciona.
 
Em termos técnicos e comprovações cientificas a resposta é: SIM! O TECIDO ANTIVIRAL FUNCIONA MESMO.
 
Veja abaixo todo o resultado da pesquisa.
As Características do Tecido Antiviral.

O NNXC  Ag+Fresh Hybrid é um antimicrobiano/antiviral líquido à base d’água que inibe o crescimento e proliferação de bactérias gram-positivas e gram-negativas e fungos. O produto também possui propriedade antiviral, capaz de inativar 99,9% de vírus (testado contra Sars-CoV-2) em até 2 minutos. O produto pode ser adicionado em sistemas líquidos.

 

 
Composição Básica do Tecido Antiviral.

Formulação com complexo de Prata estabilizada em compostos orgânicos.

 
Propriedades Físicas do Tecido Antiviral.

pH (sol. 5% p/p @25°C)

4,0 ± 1,0

Caráter Iônico

não iônico

Aparência

Liq. Translúcido

Densidade

1,00 ± 0,1 g/cm3

Solubilidade em água

Solúvel

Solubilidade

glicóis, alcóis e água

Ponto de Ebulição

> 90 oC

Flash Point

> 100 oC

 
Aplicações do Tecido Antiviral.

NNXC Ag+Fresh Hybrid é um antiviral/antimicrobiano indicado para uso em processo contínuo por impregnação ou esgotamento. NNXC Ag+Fresh pode ser aplicado em tecidos para colchões, roupas de moda, uniformização inclusive para a área militar e redes contra mosquitos, sobre nylon ou algodão. O NNXC Ag+Fresh também pode ser aplicado em tintas, papéis, vernizes e outros sistemas líquidos em geral. O NNXC Ag+Fresh pode ser usado com outros antimicrobianos ou desinfetantes

 
Compatibilidade do Tecido Antiviral.

Compatível com produtos não iônicos e aniônicos, porém recomenda-se testar previamente. Basicamente aplicável em combinação com outros produtos químicos têxteis, como agentes espumantes, resinas, sistemas aglutinantes, fluorocarbonetos, produtos anti-incrustantes, amaciadores, produtos anti-estáticos e retardadores de chama. Recomendamos testar as compatibilidades de antemão.

 
Resistências as Lavagens do Tecido Antiviral.

A resistência à lavagem em CO, PA, PES e misturas com estes materiais, em combinação com um aglutinante auto-ligante numa base de copolímero de acrilato. A força das receitas com produtos químicos para têxteis deve ser confirmada por testes anteriores.

 
Estabilidade a Temperatura do Tecido Antiviral.

Secagem / fixação até 240 ° C - máx. 240 segundos

 
Guia de Uso do Tecido Antiviral.

2,5% a 5,0% em peso de NNXC Ag+Fresh Hybrid no banho é suficiente para proporcionar efeito antimicrobiano nos diversos produtos. O nível ideal deve ser determinado especificamente para cada aplicação. Dados de desempenho abrangentes do NNXC Ag+Fresh em diversas aplicações estão disponíveis mediante solicitação

Foulard

25 – 50 g/L Nanox Clean NNXC Ag+Fresh 20 – 60 g/L Fixador aniônico ou não iônico pH: 5 – 6 (ácido acético) Pick-up: 60-80% Temperatura de termofixação: max. 240°C

 
Manipulação e Segurança do Tecido Antiviral.

Leia e siga todas as instruções de precaução nesta folha de dados técnicos e na MSDS/FISPQ deste produto. Empregue as precauções normais de segurança do trabalhador. Use proteção para os olhos e luvas de borracha ao manusear.
Antes de usar qualquer produto, é aconselhável que o cliente reveja as MSDS/FISPQ do respectivo produto.

 
A empresa que adquirimos os produtos antivirais e verificamos a veracidade da proposta de eliminar vírus, especificamente o coronavirus, foi a xderm.
Vamos deixar o link da loja para que eventualmente nossos leitores possam adquirir esses produtos com alta resposta contra vírus e bactérias.
Constatamos que o tecido antiviral que é a base de muitos produtos desta empresa, foi notícia na rede globo e no G1, segue abaixo o vídeo e a matéria para uma melhor analise dos nossos leitores.
 
O tecido antiviral possui certificação ISO 18184 conforme consta na imagem abaixo.
Teste Dermatológico do Tecido Antiviral.

Estudo clínico unicêntrico, cego, comparativo para avaliação do potencial foto irritante e fotossensibilizante, com o objetivo de comprovar a ausência do potencial irritante do produto aplicado na pele quando exposto à radiação ultravioleta.

 

O estudo é realizado com apósitos contendo o produto, aplicados na pele dos participantes e, após a retirada é feita a irradiação controlada com espectro de emissão de radiação ultravioleta. As leituras são realizadas conforme escala de leitura preconizada pelo International Contact Dermatitis Research Group (ICDRG). O estudo com os participantes tem duração de cinco semanas, contemplando 3 fases: indução (FI), repouso e desafio (FS). As avaliações dermatológicas são realizadas no início e final do

 

estudo, ou quando houver indício de positividade ou reação adversa. No estudo realizado com o produto - TECIDO MULTIFUNCIONAL (ADITIVO ANTI-VETOR REPELLTEXI ADITIVO ANTIMICROBIANO NANOX CLEAN AG+FRESHI ADITIVO ANTI-UV UV+PROTECTI ADITIVO ABSORVEDOR DE ODOR ODERLESS), os dados obtidos da amostra de participantes estudada e apresentados abaixo foram capazes de demonstrar que o produto não induziu nenhum processo de fotossensibilizante e foto irritante. Sendo o produto seguro para uso tópico em conformidade com o Guia para avaliação de segurança da ANVISA, 2012 e, portanto, considerado, aprovado e hipoalergênico.

 
 
 Teste Hipoalergênico do Tecido Antiviral.

A avaliação de compatibilidade por HRIPT possui a finalidade de comprovar a ausência do potencial de irritabilidade dérmica e sensibilização do produto investigacional.

 

O estudo foi realizado em condições maximizadas, em que apósitos semi oclusivos contendo o produto investigacional e controles foram aplicados no dorso dos participantes. A aplicação dos apósitos do estudo ocorreu durante seis semanas, sendo três semanas de aplicação de forma altemada, duas semanas de descanso e nova aplicação do apósito contendo o produto em área virgem na sexta semana (desafio). As leituras do local das aplicações foram realizadas a cada troca de apósito conforme escala de leitura preconizada pelo International Contact Dermatitis Research Group (ICDRG). Avaliações dermatológicas foram realizadas no início e final do estudo, estando o médico disponivel para avaliação e atendimento dos participantes caso houvesse indicio de positividade ou reação adversa

 

No estudo realizado com o produto TECIDO MULTIFUNCIONAL (ADITIVO ANTI-VETOR REPELLTEX ADITIVO ANTIMICROBIANO NANOX CLEAN AG+FRESHI ADITIVO ANTI-UV UV+PROTECTI ADITIVO ABSORVEDOR DE ODOR ODERLESS), os dados obtidos e apresentados abaixo foram capazes de demonstrar que o produto não induziu nenhum processo de irritabilidade dérmica primária, irritabilidade dérmica acumulada ou sensibilização. Sendo o produto seguro para uso tópico em conformidade com o Guia para avaliação de segurança da ANVISA, 2012 e, portanto, considerado, "Dermatologicamente Testado